Contatos da Equipe Pedagógica durante o isolamento

Equipe Pedagógica do Colégio de Aplicação

O Colégio de Aplicação conta com uma Equipe Pedagógica para o atendimento de diversas demandas da comunidade escolar como um todo, além de realizar o atendimento direto de alunos e famílias, conforme dinâmica própria de cada serviço. A Equipe Pedagógica é composta por profissionais de diversas áreas do conhecimento que atuam de forma interdisciplinar, através dos seguintes serviços: Enfermagem, Nutrição, Psicologia Escolar, Terapia Ocupacional, Orientação Educacional, Pedagogia da Educação Especial, Fonoaudiologia, Serviço Social e Serviço de Assistência aos Alunos.  Também compõem a Equipe Pedagógica a Vice-direção, e as Coordenações dos segmentos iniciais, finais e do ensino médio.

Em cumprimento à Instrução Normativa Nº21 de 16 de Março de 2020 e ao Boletim Oficial referente às Portarias Nº 352/2020/GR, Nº353/2020/GR e Nº 357/2020/GR, (devido ao COVID-19), o atendimento desses serviços será efetuado através de e-mail disponibilizado aqui por serviço.

Descrição dos Serviços e Contatos

Setor de Assistência ao Aluno

O setor de assistência ao aluno, antigamente conhecido como Inspetoria, presta atendimento direto ao estudante no âmbito dos anos iniciais, anos finais e ensino médio. Realiza e monitora o registro de diversas atividades escolares no sistema CA/UFSC como CAPL. Compõe-se como um núcleo de interligação entre as necessidades apresentadas pelos estudantes e os encaminhamentos necessários aos setores técnico, pedagógico e docente do Colégio de Aplicação. Além do atendimento ao estudante também presta auxílio à comunidade escolar: familiares, pessoal terceirizado, estagiários, docentes, servidores técnicos e comunidade externa em geral.

Assistentes de aluno:

Andressa da C. Farias – 

Gabriela Peres –  (48-99012035)

Nadine Schmidt – 

Yasmim P. Yonekura –   (51- 995296269)

Heloiza Nely Vieira Furtado

Serviço de Enfermagem 

O Serviço de Enfermagem é parte integrante da estrutura organizacional formal do Colégio de Aplicação da UFSC dotado de recursos humanos de enfermagem.

Tem a finalidade de prestar cuidados diretos e indiretos à comunidade escolar (estudantes, famílias, servidores, estagiários), por meio de atendimentos assistenciais, ações de prevenção, promoção e recuperação à saúde em colaboração interprofissional junto à equipe pedagógica.

Email:

Para mais informações clique aqui.

Instagram: https://instagram.com/servicodeenfermagemca?igshid=1ixrep2vsxzrj

Enfermeiras:

Danielle Boing Bernandes da Silva –

Gabriela Daniel da Costa –

Gláucia Bohusch –

Pamela Camila Fernandes Rumor –

Técnicas de Enfermagem:

Fernanda Feltrin –

Joice Flavia da Luz –

Serviço de Fonoaudiologia

A Fonoaudiologia tem como objeto de estudo a comunicação humana em todas as suas dimensões e ciclos de vida. Abrange os aspectos referentes à linguagem oral, escrita e sinalizada, fluência, articulação da fala, voz, às estruturas/funções orofaciais (respiração, mastigação e deglutição), funções auditiva e vestibular (equilíbrio) e aos sistemas de comunicação alternativos, aumentativos ou suplementares, entre outros. No ambiente educacional, tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos processos educativos de ensino-aprendizagem e colaborar na definição de estratégias educacionais.

A prática fonoaudiológica no CA não se configura na atuação clínica/terapêutica, mas sim na perspectiva da promoção de saúde e aprendizagem, lançando mão do trabalho multidisciplinar com a equipe técnica e professores, além da articulação com os demais profissionais que atuam com o estudante.

E-mail:

Fonoaudióloga: Sofia Hardman C. Quintela 

Serviço Pedagógico de Educação Especial

O Serviço Pedagógico de Educação Especial tem como característica principal, o interesse ou objeto de estudo e atuação junto aos estudantes público-alvo da Educação Especial, ou seja, como aponta a Política Nacional de Educação Especial em uma Perspectiva Inclusiva (Brasil, 2008) os estudantes com deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades/superdotação, além disso, atua também junto aos estudantes com transtornos funcionais de aprendizagens, em todos os segmentos do Colégio.

É importante salientar que o Serviço realiza um trabalho especializado na área de Educação Especial no ambiente escolar, sendo necessário realizar pesquisas e estudos para adequação e orientação de propostas pedagógicas. Tendo em vista a complexidade e necessidade de trabalho colaborativo para promoção da inclusão escolar, o setor interage com diferentes públicos e demandas advindas dos próprios estudantes público-alvo da educação especial e dos professores e profissionais do Colégio, desenvolvendo uma rede de trabalho com a equipe multiprofissional e pedagógica do CA e dos profissionais especializados que atendem os estudantes fora do ambiente escolar.

Email:

Pedagogas da Educação Especial:

Barbara Quadros Isidorio

Diana Paula Will

Eliete Santin Staub

Katia de Moura Graça Paixão

Priscilla Ghizoni Lima

Scheilla Soares 

Serviço de Orientação Educacional 

Desde 1968 o Colégio de Aplicação conta com o Serviço de Orientação Educacional o qual centra sua atenção máxima nos/nas estudantes. Sendo assim, a Orientação Educacional considera que escola existe em função deles/delas, e, portanto, para eles/elas. Nessa direção, a Orientação Educacional deve auxiliar na criação de condições favoráveis ao bem estar dos/das educandos/educandas, ou seja, buscar garantir o seu desenvolvimento em todos os sentidos: cognitivo, social e afetivo, a fim de que esses/essas adquiram conhecimentos, habilidades e atitudes que lhes permitam enfrentar suas necessidades vitais e existenciais dentro de uma perspectiva cidadã.

Aos/Às Orientadores/Orientadoras Educacionais cabe o fomento de constantes reflexões acerca de valores, de conteúdos e de ações que visem promover nos/nas educandos/educandas a autonomia e o senso de coletividade, pois essas posturas tem relação direta com a imagem que os/as estudantes formam da escola, no processo educativo em geral, e com aspectos particulares de suas aprendizagens e da formação de suas identidades.

Para tanto, o Serviço de Orientação Educacional atua diariamente de forma direta no acolhimento dos/das estudantes e das famílias do Colégio de Aplicação, na tentativa de assessorar a comunidade escolar no que diz respeito ao melhor desenvolvimento do fazer educativo. O/A profissional deve ser a referência para os/as estudantes, especialmente, em relação às questões pedagógicas, sociabilidades, mediações de conflitos, interações e comunicação entre estudante, escola, família e sociedade. Nesse sentido, atua também na visita a órgãos externos de proteção e acolhimento à criança e ao/à adolescente, bem como participa de saídas de estudos acompanhando e orientando os/as estudantes para sua formação humana e integral como sujeitos de direitos que atuarão criticamente na sociedade.

Conforme o Regimento do Colégio de Aplicação, são atribuições do/da ORIENTADOR/ORIENTADORA EDUCACIONAL:

I – participar da construção do Projeto Político Pedagógico e do Planejamento Geral do Colégio de Aplicação;

II – assessorar a direção, o corpo docente e administrativo nas questões de sua especificidade e integrar-se nas atividades da Equipe Pedagógica;

III – planejar, executar, avaliar e registrar o trabalho de Orientação Educacional de forma a atender interesses e necessidades dos/das estudantes;

IV – coordenar a formação e organização das turmas, utilizando recursos psicopedagógicos, com a participação das Coordenadorias de Apoio Administrativo ao Ensino Fundamental e Médio;

V – encaminhar e acompanhar casos específicos de estudantes a especialistas das áreas que se fizerem necessárias;

VI – coordenar o processo das atividades de informação e orientação profissional;

VII – participar do processo de acompanhamento, avaliação e recuperação dos/das estudantes;

VIII – preparar os estudantes para os conselhos de classe e tomar parte deste conselho para assessorar na avaliação e encaminhamentos;

IX – supervisionar estágios na área específica;

X – realizar reuniões da equipe da Orientação Educacional para avaliar e refletir sobre as atividades desta;

XI – Promover atividades que proporcionem aos estudantes e comunidade escolar a compreensão dos direitos e deveres da pessoa humana bem como dos diferentes grupos sociais e culturas que compõem a comunidade em que vivem.

Considerando nossas atribuições, colocamo-nos à disposição para atendimento neste período de isolamento, sem deixar que a situação do distanciamento nos separe, por meio dos e-mails que seguem:

 

Camila da Costa Andrade <>

Everton Rogério da Silva Corrêa <>

Juliana Maués S. Clarino <>

Katarina Grubisic <>

Maria Elza de O. Lima <>

Maria Fernanda Batista Faraco <>

Susana Luiza Cavalheiro <>

Serviço de Terapia Ocupacional

A Terapia Ocupacional atua com foco nas atividades e ocupações que as pessoas querem ou precisam fazer em seu dia a dia. No contexto escolar, nosso objetivo é facilitar a participação dos estudantes, tanto nas atividades de ensino formal quanto naquelas necessárias à permanência na escola. Assim, o Serviço de Terapia Ocupacional atua com acompanhamento dos estudantes, sugestões de estratégias e recursos para facilitar o desempenho em conjunto com a equipe técnica e docente, bem como orientação à comunidade escolar nesse sentido.

E-mail:

Serviço Social

A escola como instituição formadora do conhecimento humano, de acesso à educação e cultura, também se apresenta como um espaço de garantia de direitos, e requisita constantemente do Serviço Social suporte para orientações e busca da garantia destes direitos, assim como auxilia na permanência no ambiente escolar dos seus educandos, além do aporte profissional em questões que não se restringem somente à sala de aula. Atualmente o setor conta com cinco assistentes sociais. Para mais informações sobre o Serviço Social do CA, acesse: https://servicosocialca.paginas.ufsc.br/

E-mail:

Assistentes Sociais: 

Elaine Cristina da Silva

Corina Martins Espíndola

Maiana Barbosa Maffini

Michele de Souza

Simone Matos Machado