Professora do Colégio de Aplicação da UFSC recebe Prêmio Escoteiros do Brasil de Educação

03/05/2018 19:19

A professora Mariza Konradt de Campos – CA/UFSC foi a homenageada do 2º Prêmio Escoteiros do Brasil de Educação, na categoria Educadora Destaque, pelos trabalhos desenvolvidos no Projeto Cheiro Verde no Quintal da Escola. A cerimônia de premiação ocorreu em Sessão Solene durante o Congresso Nacional de Escoteiros, no dia 28 de abril, na cidade de Curitiba/PR.

O Prêmio Escoteiros do Brasil de Educação foi criado em 2017 como reconhecimento do Movimento Escoteiros para homenagear educadores e instituições por suas ações e contribuições para o meio educacional. Na 1ª edição, o agraciado foi Anísio Teixeira, in memoriam, por seus feitos pela educação brasileira. Esse prêmio é uma iniciativa ligada diretamente ao programa da ONU (Organização das Nações Unidas) para o campo da educação e tem como proposta reconhecer os esforços na promoção de educação, sejam com caráter inovador ou com impacto sustentável na sociedade. A iniciativa premia duas indicações feitas por associados, uma para uma instituição, e uma para um educador que tenha se destacado.

A professora Mariza destacou-se entre as demais indicações pelo trabalho desenvolvido no Projeto Cheiro Verde no Quintal da Escola na perspectiva de ecoalfabetização, aliando a alfabetização das crianças à conscientização ambiental e à alimentação saudável. A iniciativa faz parte do projeto “Um caminho diferente para aprender a ler e escrever”, no qual a partir de vivências práticas e teóricas, por meio de encaminhamentos pedagógicos lúdicos, são proporcionadas ferramentas para os educandos aprenderem conhecimentos essenciais para preservação do planeta. Os conhecimentos são socializados por meio de participação em eventos, exposições, entrevistas, publicações, filmes, entre outras atividades. O Projeto envolve no período curricular os alunos do 1º Ano A e dos 6ºs Anos do Ensino Fundamental e no período extracurricular é aberto para toda a comunidade.

A professora diz que recebeu com surpresa a indicação para o prêmio, mas sente-se lisonjeada por ter seu trabalho reconhecido por uma instituição tão relevante para a nossa sociedade, como a dos Escoteiros. Mariza agradece a indicação da escoteira Samanta Helena Mendes, do Grupo Escoteiro Desterro de Florianópolis, e dedica o prêmio a seus alunos, os protagonistas de todo o trabalho e razão da existência do projeto, aos colegas que participam do projeto, em especial a professora Maria Elza de Oliveira Lima e aos bolsistas. A professora dedica ainda o prêmio a parceiros que de diversas formas viabilizam a realização do trabalho como a equipe da Prefeitura da UFSC, da Pró-Reitoria de Extensão – PROEX/UFSC, da Pró-Reitoria de Graduação – DIP/PROGRAD/UFSC, da COMCAP – Companhia Melhoramentos da Capital e do SESC – Cacupé.

Recentemente, também, a professora Mariza, em razão dos trabalhos desenvolvidos com seus alunos envolvendo questões ambientais e tartarugas marinhas, foi escolhida pelas crianças e jovens da ONG Pro Naturaleza – Rosa Elena Simeón, da cidade de Sagua La Grande – Província de Villa Clara, em Cuba, como madrinha do grupo. A ONG desenvolve trabalhos relativos, a proteção do meio ambiente e dos recursos marinhos, entre eles, as tartarugas marinhas.